22 de ago de 2017

DOIS ESTADOS (MS, MT) DE LUTO: MORREU PEDROSSIAN !!!


PEDRO PEDROSSIAN, ex-governador de Mato Grosso e de Mato Grosso do Sul, morreu na madrugada desta terça-feira (22). Estava com 89 anos e faleceu às 3h30 de hoje (terça) dormindo em casa. Seu velório será no Palácio Popular da Cultura, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, e o sepultamento será no Parque das Primaveras, às 16h30. Segundo informações, o “homem de Miranda” estava com sua saúde debilitada, por causa, da idade, mas não estava doente.
PEDRO PEDROSSIAN foi casado por 69 anos com Maria Aparecida Pedrossian, e deixa 6 filhos. Engenheiro civil nascido no dia 13 de agosto de 1928 em Miranda (MS), PEDRO foi, em novembro de 1980, o terceiro governador nomeado para Mato Grosso do Sul, por ato do então presidente da República João Figueiredo, e renunciou ao mandato de senador para administrar o estado até 1982. Depois PEDROSSIAN foi eleito governador ficando no cargo entre 1991 e 1994.

18 de ago de 2017

MATO GROSSO DO SUL: SÓ TRÊS TIMES NA SEGUNDONA !!!


Terminou em 15 de agosto o prazo dado pela FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DE MATO GROSSO DO SUL - FFMS para que os clubes interessados confirmassem suas participações, em 2017, na Série B do Campeonato Estadual, competição que vai apontar dois (2) times que ocuparão as vagas dos rebaixados IVINHEMA e SERC na Primeira Divisão em 2018.
Sendo assim, no dia 16, pela manhã, na sede da FFMS foi realizado o arbitral com os candidatos ao Campeonato. Apenas três (3) equipes enviaram seus representantes e confirmaram presença na competição que começa em outubro. De acordo com informações, o OPERÁRIO de Dourados, que já havia realizado inscrição com antecedência, ganhou a companhia de MISTO de Três Lagoas e CENA de Nova Andradina.

17 de ago de 2017

FUTEBOL 2017: ACRE 10 X 0 MATO GROSSO DO SUL


O ATLÉTICO ACREANO, time modesto e longe da elite, enquanto alguns clubes da Série A desembolsam milhões na contratação de jogadores, este time modesto e longe da elite gastou o mínimo e atingiu o inesperado. Com uma folha salarial de apenas R$ 60.000, o clube do ACRE conquistou o acesso à Série C ao empatar com o São José-RS por 1 a 1, depois de ter vencido o jogo de ida, em Porto Alegre-RS por 1 a 0. Na foto, a gente pode ver como os atletas do clube fazem suas recuperações de dores musculares: em duas caixas-d’água compradas pelos próprios jogadores, mais gelo.
Em entrevista ao Portal da Band, seu presidente ELISSON AZEVEDO contou sobre o prêmio pago ao elenco e a renda da próxima partida, que será destinada aos atletas: "A premiação aconteceu só nos dois últimos jogos e é mínima. Pagamos por volta de 200, 300 reais para cada atleta. E na próxima partida, 30% da renda vai para os jogadores!". Ele continua: "Nossa folha salarial é de R$ 60 mil. 40% desse valor é pago através dos patrocinadores e o restante a gente completa, eu, a vice-presidente e os diretores". Da equipe que conquistou o acesso, apenas 2 jogadores foram contratados (o goleiro Miller e o atacante Rafael). O restante foi buscado na cidade, para valorizar os atletas locais. De fora, só vieram 2 atletas. Segundo ELISSON "muitos empresários oferecem jogadores, mas a gente só contrata quem conhece. Vamos motivando os mais jovens. Nós temos uma garotada no juniores!". Exemplo que devia ser copiado pelos clubes de Mato Grosso do Sul acostumados a contratarem jogadores velhos e aposentados como Aluisio Chulapa, Eduardo Arroz, etc, desprezando suas categorias de base...
De acordo com ele, a questão geográfica é um dos grandes empecilhos do clube, assim como a parte financeira: "Nosso maior problema é geográfico. Estamos distantes do grande centro. Por conta disso, as viagens são longas e cansativas, e os horários dos voos são complicados... Além disso, tem a questão financeira. Nós vamos levando. Tem uma rede de supermercados e um plano de saúde que nos ajuda. De resto, não temos apoio de mais ninguém". No ano de 2016 o Atlético Acreano foi a melhor equipe de todas as séries do Brasil: 23 jogos invictos e melhor campanha da Série D. Mas perdeua partida do acesso, (derrota para o Moto Club, nas quartas de final). Agora? O ATLÉTICO ACREANO, com o acesso garantido, já planeja a próxima temporada. Apesar do assédio por seus atletas, o Atlético já pensa em formar um time de qualidade e tentar ser uma equipe competitiva na próxima Série C...

16 de ago de 2017

FUTEBOL PROFISSIONAL: ACRE UM EXEMPLO PARA MS !!!


Os dirigentes dos times profissionais (sic) de MS, especialmente aqueles da capital e das cidades de Corumbá e Dourados, deviam se envergonhar por continuarem apoiando uma Federação de Futebol que nos últimos 30 anos de uma administração “água-de-salsicha” acabou jogando o futebol deste Estado do Pantanal, definitivamente, em um buraco negro sem volta. Vejam só. Nossos times são incapazes de irem além da primeira fase da Quarta Divisão da CBF (“amadorzão”) – Série D. Acreditem... o futebol sul-mato-grossense consegue ser pior do que o futebol do ACRE, estado que até pouco tempo não passava de um modesto território...
O ATLÉTICO-AC  conquistou um resultado histórico para o futebol acreano. Jogando no estádio Florestão, em Rio Branco, no domingo passado (13), empatou por 1 a 1 com o SÃO JOSÉ-RS, garantiu sua classificação para as semifinais do Campeonato Brasileiro da Série D, e consequentemente, garantindo sua vaga na Série C do CAMPEONATO BRASILEIRO. O gol do ATLÉTICO foi marcado pelo atacante Rafael Barros, aos seis minutos do primeiro tempo.

14 de ago de 2017

TERERÊ OU TERERÉ... DE QUEM É, DE QUEM É?


No vizinho PARAGUAI, segundo sua tradição popular, o TERERÊ surgiu durante a GUERRA DEL CHACO. Na ocasião aquele país disputava uma guerra territorial com a Bolívia (1932 a 1935)...
Durante o período de batalhas para evitar serem descobertos, os soldados paraguaios não podiam acender fogueiras para aquecer água. Sem as brasas das mesmas, o exército teve que parar de consumir o seu tradicional o chimarrão e começar a consumir a erva-mate com água fria. Os historiadores paraguaios atribuem a vitória na guerra do Chaco ao TERERÊ, considerado um estimulante que os manteve acordados e alertas...
Paralelamente, outra versão conta que quando os indígenas paraguaios precisavam fazer longas viagens transportando o seu gado, usavam a erva para coar a água bebida dos rios para evitar doenças, utilizando-a como um filtro. Até o nome científico, ILEX PARAGUARIENSIS, faz referência ao Paraguai...