2 de dez de 2017

FUTEBOL EM MS: CADA DIA, UMA COMÉDIA...


Depois não querem que eu fale. Futebol sul-mato-grossense é sim um caos. As finais da Série B de seu campeonato que seriam jogadas entre OPERÁRIO (Dourados) X MISTO (Três Lagoas) estão suspensas pelo TJD/MS. O primeiro jogo seria hoje, em Três Lagoas. O segundo aconteceria 10, em Dourados. Agora, vão ficar para as calendas gregas. O TAPETÃO vai decidir...
Sabe-se que o MISTO disputou seu primeiro jogo sem ter nenhum jogador inscrito na CBF: pagou as taxas de contrato de seus atletas atrasado, depois do expediente bancário. Não valia. Foi punido. No entanto, liminar do TJD/MS deu o famoso “la garantia soy yo’ mas esse “jeitinho” tava furado. E foi denunciado no STJD pela FFMS. Em caráter liminar, a Corte Superior suspendeu as finais até o mérito da questão ser analisado. Enfim, novamente uma bagunça instalada...
Neste triste final de semana para o futebol GUAICURU essa pisada na bola veio acompanhada de outra bem pior: a notícia de que o NAVIRAIENSE – por (corretamente) não ter recebido dinheiro público para montar seu time – desistiu de disputar a PRIMEIRA DIVISÃO. A Série A vai ficar capenga...
Enfim... cada ESTADO tem a FEDERAÇÂO de futebol que merece. E pior... nós de MS ainda vamos ter que SOFRER por - pelo menos mais 8 anos - assistindo os jogos 'de verdade' pela TV e sonhando com uma vaga na QUARTA divisão nacional. Ninguém merece !!!

21 de nov de 2017

MS & CORRUPÇÃO: TODO DIA UM NOVO ESCÂNDALO !!!

[INTERNET]

“OURO de OFIR”, operação deflagrada pelo Polícia Federal, prendeu três pessoas nesta terça-feira (21). Entre os presos estava CELSO EDER DE ARAÚJO, dono da empresa COMPANY CONSULTORIA, principal patrocinadora do OPERÁRIO FC e mais Sidney Anjos Pero e Andreson Flores de Araújo, tio de CELSO.
Segundo informações da POLICIA FEDERAL o patrocínio do futebol em MS pela COMPANY CONSULTORIA seria uma das formas de LAVAGEM DE DINHEIRO feita pela organização criminosa, que tem vítima em todos os estados brasileiros. As vítimas somam mais de 25.000 pessoas.
A Company Consultoria Empresarial também era patrocinadora oficial da FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul). Foram cumpridos 11 mandatos de busca e apreensão, 4 mandados de prisão temporária e 4 mandados de condução coercitiva, nas cidades de Campo Grande/MS, Terenos/MS, Goiânia/GO e Brasília/DF. O jornal Correio do Estado relata que o Operário FC cobra na justiça R$ 260 mil da empresa pela falta de pagamento no contrato assinado em outubro de 2017, patrocínio oficial. O valor total seria de R$ 350 mil. Nesta semana durante a apresentação do jogador IGOR VILELA, o nome da empresa ainda aparecia na camisa do time.
O golpe era legitimado com documentos falsos do Banco Central do Brasil e para passar credibilidade os investidores iam dormir com a promessa de lucro de 1000%. Em um condomínio de luxo no Bairro São Francisco, a PF apreendeu R$ 1 milhão em grana viva, além de 200 quilos de pedras preciosas. Três carros de luxo da residência de CELSO ARAÚJO foram levados para a SPF. Muitas vítimas foram induzidas a depositar grandes quantias visando um lucro em torno de 1.000%.
Enfim, CAMPO GRANDE, a capital de Mato Grosso do Sul definitivamente entrou na rota dos grandes escândalos nacionais. Vamos abrir os olhos... qualquer um dos nossos vizinhos pode sim ser um político corrupto ou um escroque internacional... e a gente nem pode escolher...

OPERÁRIO FC: DE VOLTA AO PASSADO II...


RODRIGO GRAL, 40 anos, novamente está sendo alardeado como o principal “reforço” do OPERÁRIO-MS para a disputa do Campeonato Sul-Mato-Grossense de 2017. O veterano jogador, revelado no Grêmio há muitos anos atrás, firmou novo acordo com o presidente alvinegro Estevão Petrallas. O clube mais tradicional de Mato Grosso do Sul, com 10 títulos estaduais, tenta sair do ostracismo deste século e se reerguer ainda lembrando os cinco anos passados na Segundona. O jogador já acertou os últimos detalhes da renovação e está ciente das dificuldades que o clube passa. Como na temporada passada, ainda pensa em ajudar a colocar o OPERÁRIO de volta ao cenário nacional, brigar por um calendário de ano inteiro. RODRIGO, catarinense, surgiu no Grêmio em 1995 onde foi campeão gaúcho, brasileiro, Recopa e Copa do Brasil em 1997. Em 2000 esteve no Flamengo, sendo campeão carioca de 2001. Jogou no Japão em 2002, em 2007 foi parar no Catar. Voltou ao Brasil onde passou por Bahia, Santa Cruz e Chapecoense. Jura que já marcou mais de 500 gols na carreira.
Uma pena. Já foi um bom jogador, nada mais do que isso. Hoje, quem se interessa em vê-lo jogar? Poderia bem ser aproveitado como treinador, dirigente ou empresário, mas... o dinheiro é do OPERÁRIO e ele gasta em quem bem entender. Deveria, minha opinião, com a grana que vai pagar para GRAL, investir em 3 ou 4 jovens de suas categorias de base e pensar no futuro. Um só sub-17/18/19 que revelasse recuperaria o prejuízo de uma temporada inteira. A opinião vale para os outros clubes deste Estado do Pantanal. Contratando veteranos, os clubes só vão ver a grana mudar de estado enquanto o vermelho de seus balancetes aumenta...

Em Mato Grosso do Sul já virou moda, é assim mesmo, o futebol é pensado só para 3 míseros meses... até quando ??? 

13 de nov de 2017

PSDB/MS: PASSA A FOICE E FECHA A CONTA !!!


REINALDO AZAMBUJA (PSDB), governador de MS, durante a convenção estadual do partido realizada na manhã deste sábado (11), confirmou que integrantes de seu secretariado que quiserem disputar eleição no próximo ano devem deixar os cargos até dezembro, no máximo: “Quem quiser ser candidato vai ter que deixar o governo. E a gente quer que isso aconteça até o mês de dezembro, para que ano que vem a gente inicie o ano novo com as pessoas, cada um no seu lugar, cuidando daquilo que é mais importante!”.
Boa parte dos militantes pensa que já estava mesmo passando da hora de separar o joio do trigo. No entanto, para REINALDO, o mais importante, são as metas administrativas do seu governo, entregas de obras, moradias e viaturas, e compromissos assumidos com a população.
Diante da incerteza e dos boatos que pairavam sobre os eventuais candidatos, AZAMBUJA colocou um fim no suspense sobre os nomes dos novos secretários: assume a SEFAZ, o fiscal de rendas GUARACI FONTANA, que já ocupou a Fazenda do município de Maracaju, quando Azambuja era prefeito da cidade.
Na SEGURANÇA PÚBLICA, depois de definir que o deputado estadual CORONEL DAVID (PSC), será o novo titular da SEJUSP, substituindo BARBOSINHA (deputado estadual licenciado que deixa a secretaria para ser candidato em 2018) o governador nomeou como Subcomandante-Geral da PM de MS, o coronel ANDRE LUIZ SAAB.
Por ora, o governador quer definir o titular da AGRAER, mas pode ter que mexer em outras pastas, como a SEGOV já que seu titular, EDUARDO RIEDEL (PSDB), é um dos principais cotados no PSDB para disputar uma cadeira no Senado no próximo ano.
Enfim, outras movimentações internas estarão acontecendo no âmbito do PSDB, o que fatalmente levará integrantes do primeiro e segundo escalão do governo AZAMBUJA a pedirem exoneração do governo para se dedicarem à campanha das eleições de 2018.
Quem viver... verá!!!

11 de nov de 2017

EM MS ARTISTA PODE TER MAIS DE UM EMPRESÁRIO EXCLUSIVO ???


“ARTISTA” do Pantanal Sul... é bom você ficar ESPERTO!!! Diante da reclamação de vários agentes culturais, artistas, cantores da periferia, etc, da capital e do interior de MS se insurgindo contra o que eles chamam de BURLA DA LEI por parte de alguns contratados “favoritos” das atuais administrações (municípios e estado), corre um boato pelos bastidores culturais de que um DEPUTADO em busca de sua reeleição e à cata de votos, estaria preparando um Decreto/PL para que no próximo ano, a partir da data de sua publicação, qualquer artista/grupo que apresentar Carta de Exclusividade em nome de uma determinada instituição junto às Secretárias de Culturas não mais possa rescindir este compromisso por um período de um ano, devendo uma única empresa representar os seus interesses artísticos junto aos Poderes Públicos para apresentações artísticas de qualquer natureza em eventos públicos, seja em espaço aberto ou fechado, em teatros, clubes, casa de espetáculos, bares, circos, ginásios e ao ar livre. Se for verdade, realmente seria uma boa ideia... pois na liberação de cachês artísticos não pode haver nenhum tipo de favorecimento... 
Hoje em dia, por todo o Estado do Pantanal, propaga-se que nos mais variados eventos, existem artistas sendo representados - sob os complacentes olhares dos departamentos jurídicos oficiais fiscalizadores - por até 3 (três) empresários “exclusivos”,  - (pode isso produção? Exclusivo não seria apenas um?) - faturando um montante global bem alto, atuando na mesma semana em eventos culturais como solos,  integrantes de duplas, trios, grupos e até bandas em uma autêntica agressão à LEI 8666/83, dando uma bicuda na ética e causando prejuízos aos seus colegas...

Os reclamantes acham que nem Tribunal de Contas nem o Ministério Público estão fiscalizando de forma adequada os espetáculos custeados com dinheiro público neste rincão do Brasil... Será mesmo?